MECÂNICA
|
CURIOSIDADES
|
NOTÍCIAS



Dirigir em enchente é uma tarefa perigosa e que deve ser evitada sempre que possível (Imagem: David Howard/Wikimedia Commons)

Passar com o carro em uma área alagada não é recomendado; entenda o que pode ser feito.

Redação pecahoje.com.br

O motorista brasileiro conhece bem a situação de se deparar com uma rua alagada após uma chuva forte. Esse é um problema que acompanha as cidades grandes do país.

Dirigir por uma rua alagada é uma opção perigosíssima, podendo causar danos irreversíveis no veículo, além de colocar a vida das pessoas em risco.

Nesse artigo, discutimos quando pode ser seguro dirigir por essas ruas e quando a melhor opção é esperar.

Não arriscar sempre será a melhor escolha

Uma rua sofrendo com uma enchente.
Não colocar a vida em risco é a melhor escolha. (Imagem: Milton Jung/Flickr)

Ao arriscar, o motorista põe em risco o veículo que está dirigindo e, sobretudo, a vida própria e das pessoas que estão dentro do veículo.

Em caso de dúvida, não arrisque.

Um carro percorre uma rua alagada.
Procurar uma rota alternativa é a melhor escolha. (Imagem: Milton Jung/Flickr)

Nessas situações, o recomendado é buscar um caminho que não tenha sido afetado pela enxurrada.

Um levantamento feito pela Associação Automotiva do Reino Unido aponta que dez centímetros de água são o suficiente para fazer um veículo perder parte da tração nas rodas.

O estudo também indicou que ao dirigir em trinta centímetros de água em movimento pode fazer o carro ser carregado pela correnteza, independente da velocidade da enxurrada.

Como dirigir por uma rua alagada?

Um carro percorre uma enchente.
Se a ideia for arriscar, essas dicas podem ser úteis. (Imagem: David Dixon/Wikimedia Commons)

Caso o motorista se depare com uma via alagada e não exista outra opção mais segura, algumas recomendações devem ser tomadas:

Fique atento à via

Certifique-se que a via não possui barrancos ou esteja próximo a outros corpos d’água, como rios, lagoas e represas. Há grandes chances de ser arrastado e até mesmo afundar.

Note, também, se é uma rua com muitas curvas: se ela não for em linha reta, opte por esperar pois o risco de derrapagens é grande.

A água não pode estar muito alta

A água deve estar, no máximo, na metade da altura das rodas e abaixo do vão abaixo da porta. Qualquer altura acima dessa pode fazer o motor ser tomado pela enchente.

Observe os outros carros

Um grupo de carros percorrem uma enchente.
Ver os outros carros é uma maneira de avaliar o perigo (Imagem: Bill Nichols/Wikimedia Commons)

Se outros veículos já se encontrarem parados no caminho, isso pode indicar que a travessia não é possível.

A oposto não é sempre válido: caso outros carros estejam passando, não quer dizer que seu veículo passará também. Diferenças de altura são um fator que pode fazer a diferença nesse momento, por exemplo.

Não passe por água em movimento

Independentemente da altura, se a água estiver fluindo em uma direção, evite essa rua. A água fará o carro perder a tração completamente e o veículo pode ser arrastado.

Mantenha uma velocidade baixa constante e não troque de marcha

Se decidir passar, é crucial manter o veículo em uma velocidade bastante baixa e não troque a marcha durante a travessia.

Isso assegura que a água não se mova demais na frente do carro e minimiza a entrada de líquido no motor.

Na dúvida, é melhor ficar parado

Uma rua afetada por uma enchente.
Esperar a água abaixar pode ser a melhor escolha. (Imagem: Milton Jung/Flickr)

Ainda assim, caso não haja volta e o local atual esteja seguro, o motorista deve optar por esperar no local seco até a água abaixar, ao invés de se arriscar na enchente.

Os problemas ao dirigir em locais alagados

Uma moto e um carro passando por uma enchente.
Dirigir na enchente pode causar danos severos ao motor do veículo (Imagem: Fernando Dall’Acqua/Flickr)

Passar com o carro em um local alagado pode prejudicar o desempenho dos freios, devido ao contato da água com os discos. É importante manter cautela mesmo após passar da região atingida.

Outro problema é a presença de água nos pistões, podendo afetar a capacidade de compressão, já que não há para onde o líquido ir. As bielas também pode ser danificadas.

A água pode se misturar ao óleo do veículo, resultando em perda de eficiência no processo de lubrificação, podendo resultar em danos severos.

Dirigir um carro elétrico na enchente é perigoso?

Carros elétricos são seguros em enchentes? (Imagem: Ludovic Hirlimann/Flickr)

“Cuidado com água perto da tomada” é um dos primeiros conselhos que escutamos quando somos crianças. Cedo aprendemos que água e eletricidade não são uma boa combinação.

A dúvida surge pois os veículos movidos por eletricidade armazenam esse energia em baterias, geralmente compostas de íon de lítio ou de chumbo-ácido. O fato de que essas baterias ficam próximas ao assoalho do veículo também contribui para essa preocupação.

No entanto, os carros elétricos contam com grande isolamento na parte onde a bateria está localizada. As mesmas precauções de um veículo movido à combustão devem ser tomadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENVIO IMEDIATOENVIO
IMEDIATO

O maior estoque
do Brasil

AVALIAÇÕES EXCELENTESAVALIAÇÕES
EXCELENTES

Altíssimo índice de
avaliações positivas

PREÇO IMBATÍVELPREÇO
IMBATÍVEL

Desconto à vista ou
parcelado sem juros

COMPRA 100% SEGURACOMPRA
100% SEGURA

Credibilidade e
comprometimento



Plataforma

VTEX
WhatsApp chat