MECÂNICA
|
CURIOSIDADES
|
NOTÍCIAS



Visitantes do campo arqueológico se deparam com um exército de soldados de terracota, a argila cozida. (Fonte: Commons)

Achado arqueológico revela uma réplica de um pelotão do antigo exército chinês em tamanho real.

Redação pecahoje.com.br

Em 1974, enquanto cavavam um poço no condado de Lintong, uma família de fazendeiros encontrou vários pedaços de artefatos de argila e prata na terra. Ao notar o valor do que havia escavado, a família entrou em contato com o governo local, que logo enviou uma equipe de arqueólogos para analisar a região. O achado seria o maior grupo de esculturas em terracota (argila cozida) já escavadas na história.

Estas esculturas foram achadas próximas à tumba de Qin Shi Huang, primeiro imperador da China – figura já conhecida dos nossos artigos, pois foi o responsável pela construção das primeiras seções da Muralha da China. Dentre as esculturas, encontram-se mais de oito mil soldados, 670 cavalos e 130 carruagens, alinhados em uma formação que relembra o início de um combate, de maneira a parece que estavam “defendendo” o mausoléu.

Setor do museu expõe esculturas de soldados e um cavalo. (Fonte: Commons)

Cada um dos soldados possui traços faciais e cortes de cabelo diferentes, além de estarem vestidos conforme as patentes militares que possuíam. O local foi roubado diversas vezes logo após sua construção, mas acredita-se que todos os “membros” deste exército portavam espadas e arcos verdadeiros. Muitos destes soldados ainda não foram escavados, já que a tinta que cobre estas esculturas pode se dissolver quando em contato com o ar livre.

A tumba do imperador, que é do tamanho de um campo de futebol, é selada hermeticamente e segue fechada, já que existe um grande risco da local desmoronar e danificar de forma definitiva seu conteúdo. Qin Shi Huang faleceu após ser intoxicado por mercúrio ao consumir um elixir da vida” – o imperador era obcecado pela imortalidade pois desejava se perpetuar no poder.

Em destaque, um grupo de soldados e arqueiros, junto de dois cavalos. Note a mão direita dos soldados, que carregavam espadas verdadeiras. (Fonte: Commons)

Os fazendeiros receberam um prêmio em dinheiro pelo achado e foram movidos para um terreno em uma cidade vizinha. Alguns anos depois, Yang Zhifa, um dos fazendeiros que foi responsável pela primeira escavaçado, foi contratado para trabalhar no museu dedicado aos soldados de terracota, autografando livros sobre o local e tirando fotos com turistas – chegou a encontrar o então presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, em 1998, em uma visita oficial ao país.

Com escavações em andamento desde sua descoberta nos anos 70, ainda há muito o que descobrir sobre os soldados de terracota e as estruturas vizinhas. É bem possível que, em alguns anos, arqueólogos consigam obter maiores detalhes sobre as construções e a história deste fascinante fragmento da história da China!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ENVIO IMEDIATOENVIO
IMEDIATO

O maior estoque
do Brasil

AVALIAÇÕES EXCELENTESAVALIAÇÕES
EXCELENTES

Altíssimo índice de
avaliações positivas

PREÇO IMBATÍVELPREÇO
IMBATÍVEL

Desconto à vista ou
parcelado sem juros

COMPRA 100% SEGURACOMPRA
100% SEGURA

Credibilidade e
comprometimento



Plataforma

VTEX
WhatsApp chat