MECÂNICA
|
CURIOSIDADES
|
NOTÍCIAS



A Chana é responsável por diversos carros de comércio populares no Brasil, como a Changan Mini Star.

Conhecida pelo nome curioso, montadora é pioneira em diversos aspectos da indústria automotiva chinesa.

Quando falamos em carros chineses, é praticamente impossível não lembrarmos da Chana Motors. Primeira montadora de automóveis da China a chegar no Brasil, ganhou fama por reviver o mercado de carros comerciais pequenos no país e pelo nome que originou diversas brincadeiras.

A história da Chana Motors

A empresa foi fundada durante a Dinastia Qing (que talvez você deve lembrar do nosso artigo sobre a Muralha da China), no ano de 1862 em Xangai, com o objetivo de suprir o exército chinês. Criada pelo estadista Li Hongzhang, a fábrica entrou para a história por ser uma das primeiras empresas estatais da região e a primeira firma de engenharia com o estilo ocidental. Em 1937, a empresa se mudou para Chongqing, em vista dos conflitos ocorridos na região durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa. Foi apenas em 1959 que a empresa, até então fabricante de armamentos, lançou seu primeiro veículo: o Changjiang Type 46 – similar a um Jeep Willys. Este jipe de propósitos militares é considerado o primeiro automóvel construído inteiramente na China.

Uma van da Chana Motors parada em uma rua.
Uma Changan Star 2012 estacionada em uma rua de Xangai, China. (Fonte: Commons)

Em 1984, a montadora fabricou o primeiro miniveículo, a Changan Star. A pequena caminhoneta atingiu grande sucesso no território chinês e, após conquistar notas satisfatórias em testes de segurança em colisões, incentivou o governo da China a apoiar e investir no crescimento da indústria automotiva do país. Este veículo passou por várias versões e facelifts, sendo fabricado até os dias atuais. Duas destas edições desembarcaram no Brasil na metade dos anos 2000, na primeira aparição de uma montadora chinesa de automóveis em território brasileiro.

A origem do nome

O nome original consiste da união dos ideogramas “chang“, que significa “duradouro”, e “an“, traduzível como “segurança”. A ideia que se pretende transmitir é que os automóveis da marca trazem uma sensação de “segurança duradoura”. Ainda que seja conhecida pelos miniveículos, grande parte do repertório da Changan consiste de carros de passeio. Um dos carros mais populares da montadora na China é o Oushang Ounuo, que transporta sete pessoas. Entre os SUVs, a Changan CS95 ganha destaque por contar com câmbio automático e por ser um dos maiores em cumprimento dentre os fabricados pela montadora. Por fim, o Changan Raeton é um dos principais sedãs da marca, projetado no estúdio de design da montadora em Turim, na Itália.

Três carros da Chana Motors em exposição
Da esquerda à direita: Oushang Ounuo, Changan CS95 e Changan Raeton. (Fonte: Commons)

A chegada no Brasil e o significado do nome Chana

A empresa desembarcou no Brasil em 2006, representada pela importadora Tricos Districar, responsável também pela distribuição da montadora sul-coreana SsangYong. Dentre os primeiros veículos ofertados, destaque para a van Chana Utility, veículo com o objetivo de atingir comerciantes que precisam de um “instrumento de trabalho”. A marca preencheu uma grande lacuna de miniveículos deixada pela antiga Towner, importada pela Asia Motors durante os anos 90.

É difícil falar desta marca sem fazer comentários sobre o nome. Desde a primeira aparição da montadora no Salão do Automóvel de 2006, diversas anedotas foram feitas com o nome que, convenhamos, possui um significado obsceno na língua portuguesa. No entanto, isso é apenas uma infeliz coincidência: este nome não foi concebido no Brasil, mas na China, usado pela empresa ao ofertar veículos comerciais como minivans e pequenos caminhões, na maior parte dos casos. O nome foi utilizado pela montadora em diversos países do continente asiático, como o Irã e as Filipinas. 

Uma minivan da Chana Motors estacionada.
A minivan CM8 foi vendida com o nome Chana por se tratar de um veículo comercial. (Fonte: Commons)

No final de 2011, foi anunciado pela Tricos Districar que os veículos da marca assumiriam o nome “Changan”. Questionada pelo jornal Estado de São Paulo, a distribuidora afirmou que essa troca não foi motivada pelas brincadeiras direcionadas ao nome, já que o “público brasileiro havia aceitado bem” os veículos ofertados pela marca. É bem possível que esta alteração tenha sido motivada pelos planos de trazer carros de passeio da montadora para o Brasil, que utilizam o nome “Changan” e não “Chana”. No ano seguinte, a marca exibiu alguns modelos no Salão do Automóvel mas não chegou a lançá-los no país. Devido a grandeza da marca chinesa, rumores do retorno às terras brasileiras são muito frequentes.

A montadora é responsável por uma equipe de rali latino-americana, a Changan Racing, que contando com veículos como o EADO XT participou de torneios no Uruguai e Paraguai. Veja mais dessa história nesse artigo.

Bem além do nome curioso, a Changan é uma das maiores montadoras da indústria automotiva mundial! Conheça mais sobre a história das montadoras chinesas, como Lifan, Chery, JAC Motors e Great Wall, no nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ENVIO IMEDIATOENVIO
IMEDIATO

O maior estoque
do Brasil

AVALIAÇÕES EXCELENTESAVALIAÇÕES
EXCELENTES

Altíssimo índice de
avaliações positivas

PREÇO IMBATÍVELPREÇO
IMBATÍVEL

Desconto à vista ou
parcelado sem juros

COMPRA 100% SEGURACOMPRA
100% SEGURA

Credibilidade e
comprometimento



Plataforma

VTEX
WhatsApp chat