MECÂNICA
|
CURIOSIDADES
|
NOTÍCIAS



Um Great Wall Haval H6, um dos veículos da montadora a serem lançados no Brasil. (Imagem: Commons)

Conheça a história e os carros da Great Wall Motors, uma das montadoras de automóveis chinesas mais famosas do mundo.

Redação pecahoje.com.br

A Great Wall é a mais nova montadora chinesa a desembarcar no Brasil. Vamos conhecer a história dessa montadora, as marcas e veículos que ela vende, seus planos para o mercado brasileiro e suas aparições no automobilismo.

Os primeiros passos da montadora

Um jipe militar com modelo da Great Wall Motors parado em uma rua.
Uma versão de um dos primeiros veículos da montadora, o CC513.

A montadora foi fundada em 1984 na cidade de Baoding, na província de Hebei, na China. O primeiro veículo feito pela montadora foi o caminhão de pequeno porte CC130, lançado em 1984, com o jipe CC513 sendo lançado logo na sequência. A companhia se especializou em caminhões, veículos de serviço e militares, produzindo veículos de passeio por um breve período em 1993, até ter a licença de produção de carros desse formato revogada pelo governo chinês.

Um Great Wall Motors estacionado.
O Great Wall Hover, em sua versão do ano 2006. (Imagem: Commons)

A produção de carros de passeio foi retomada nos anos 2000, com o lançamento de veículos como o Great Wall Hover e o H5 tomando destaque no mercado chinês. O período foi marcado pelo surgimento da marca chamada Haval, conhecida pelos SUVs de médio porte que ganharam espaço no mercado internacional – e estão cogitados para serem exportados para o Brasil.

Um sedã da Great Wall Motors parada em uma passarela.
O Great Wall C30, o primeiro carro elétrico da montadora. (Fonte: Commons)

Em 2017, a empresa lançou seu primeiro veículo elétrico, o sedã Great Wall C30EV, versão elétrica do C30 vendida em países da América Latina, como Chile, Peru, Equador e Colômbia, bem como em países europeus como a Bulgária e a Ucrânia. No ano seguinte, a montadora firmou parceria com a gigante alemã BMW para fabricar carros elétricos da marca Mini.

A presença internacional da Great Wall

Uma picape da montadora parada em um estacionamento.
O Great Wall Wingle. (Imagem: Commons)

A Great Wall foi uma das primeiras fabricantes de automóveis da China a exportar veículos para a Europa, com a venda de SUVs e pequenas vans começando na Itália em 2006. Outro destino da companhia foi a Austrália, que ofertou alguns modelos da marca Haval em 2009. Na década de 2000, países como Bulgária, Irã e África do Sul receberam veículos da montadora. Nos anos seguintes, a marca ganhou força no continente africano, com seus modelos fabricados na Nigéria, Senegal, Etiópia e Egito.

Além da Itália, Ucrânia e Bulgária, outros países europeus receberam a montadora chinesa, como Macedônia do Norte, Sérvia, Rússia e Romênia. O Reino Unido viu o lançamento de alguns veículos da montadora, como o Great Wall Steed, entre 2013 e 2015. Na América do Sul, a montadora chegou em mais países, como Uruguai, Peru, Argentina, Bolívia, bem como países da América Central, como Costa Rica, Guatemala e Belize. Por fim, a empresa possui polos de revenda na Ásia no Vietnã, Indonésia, Tailândia e Índia.

Dois veículos da Great Wall Motors em exposição em uma concessionária.
Uma concessionária da montadora chinesa na Austrália. (Imagem: Commons)

A Great Wall possui parceria com diversas empresas do cenário automotivo, como as europeias Bosch e Delphi (nomes conhecidos dos leitores dos artigos de mecânica do blog do pecahoje.com.br), Autoliv, BorgWarner e TRW Automotive, para citar algumas. A montadora possui escritórios de design no Japão e Índia, com planos para abrir outros no futuro.

A participação no Rali Dakar

Um veículo de corrida da Great Wall Motors disputando o Rali Dakar.
O veículo da Great Wall participando da edição 2012 do Rali Dakar, realizado na América do Sul. (Imagem: Commons)

A montadora teve diversas participações no competitivo Rali Dakar. A equipe conseguiu um ótimo desempenho na edição de 2012, atingindo a sexta colocação de categoria de automóveis, com a dupla de pilotos composta pelo português Carlos Sousa e pelo francês Jean-Pierre Garcin. O time repetiu o feito em 2013, com os pilotos portugueses Carlos Sousa e Miguel Ramalho. Por fim, em 2014, à bordo de um Haval H8, os franceses Christian Lavieille e Jean-Pierre Garcin conseguiram chegar na oitava posição.

Uma motocicleta percorrendo uma estrada de terra durante o Rali Dakar 2012.
A competição atrai fãs de automobilismo do mundo inteiro. (Imagem: Commons)

O Rali Dakar é uma das principais competições de rali no mundo, conhecida pelo seu alto grau de dificuldade devido às condições de viagem perigosas, podendo atingir até 900 quilômetros de distância em um único dia. O evento acontece desde os anos 70, inicialmente entre a cidade francesa de Paris até à capital de Senegal, Dakar, com edições seguintes acontecendo na América do Sul, Arábia Saudita e Oriente Médio.

As montadoras chinesas costumam participar de competições desse estilo com certa frequência. Dentre elas, pode-se citar a Lifan, com pilotos à bordo de um Lifan 320, a Chery, em um Tiggo7, e a Chana/Changan. Conheça mais montadoras e suas participações nesses torneios nesse artigo.

As marcas da Great Wall Motors

A picape POER, da Great Wall Motors, estacionada.
Um modelo da picape POER, uma das marcas da montadora Great Wall. (Fonte: Commons)

O nome Great Wall Motors corresponde a um grupo de marcas e modelos lançados ao longo da história da montadora. Estas são algumas delas:

  • GWM: É a marca central da montadora, dedicada na criação de diversos tipos de veículos, abrangendo desde picapes até caminhões de pequeno porte. Um deles é o citado Great Wall Steed, que chegou a ser lançado no Reino Unido.
  • Haval: Outro nome de peso, a Haval é uma marca de SUVs, como o H6, com lançamento planejado para o Brasil conforme a fabricante.
  • ORA: Esta marca é dedicada a carros elétricos de pequeno porte, como o ORA Good Cat.
  • POER: Um nome usado para oferecer picapes e veículos de maior porte.
  • TANK: Abrange os veículos off-road de luxo, lançados a partir de 2021.
  • WEY: Outra marca de luxo da empresa, dedicada a receber SUVs.

A Great Wall Motors no Brasil

Um Haval, da Great Wall Motors, estacionado em uma rua.
Um veículo da marca Haval, que tem futuro planejado para o Brasil. (Imagem: Commons)

O primeiro movimento da montadora chinesa no Brasil aconteceu em 2013, com a possibilidade da abertura de uma fábrica naquele ano, contando com apoio da Latin American Motors. A montadora participou do Salão do Automóvel de São Paulo daquele ano, junto de outras montadoras, como Changan, Hafei, Jinbei, Shuanghuan e Jonway, que estudavam construções de fábricas no Brasil. No entanto, conforme apurou a revista Exame, o projeto foi adiado para realizar análises.

A chegada só veio acontecer anos depois, marcada pela compra de uma fábrica de propriedade da alemã Mercedes-Benz em 2021, localizada na cidade de Iracemápolis, interior de São Paulo. Durante o evento de apresentação, foram anunciados planos para expansão de produção da fábrica, com um investimento esperado de R$ 4 bilhões, bem como a geração de dois mil postos de emprego diretos.

Um dos objetivos, conforme destaca o site Quatro Rodas, é a criação de um centro de pesquisa e desenvolvimento na cidade paulista. A intenção é estudar melhor as possibilidades oferecidas pelo combustível nacional, bem como adaptar os veículos às condições do Brasil.

Quais carros da Great Wall Motors serão lançados no Brasil?

Um Haval H6, veículo da Great Wall Motors, em exposição em uma loja.
O Haval H6, uma versão de um dos veículos da Great Wall confirmados no Brasil. (Fonte: Commons)

De acordo com a Great Wall, dez carros elétricos serão lançados no Brasil em até três anos, sendo seis deles no formato híbrido e quatro deles veículos movidos à bateria. Até a publicação deste artigo, apenas o Haval H6 foi confirmado pela montadora à chegar no território nacional. O carro já foi flagrado pela imprensa especializada em testes usando pintura camuflada – explicamos o motivo de usar esse acabamento em outro artigo.

O Haval H6 é um SUV que está em produção desde 2011. A versão a ser lançada no Brasil foi exibida pela primeira vez no Salão do Automóvel de Chengdu, em 2020. A montadora pretende lançar uma versão do tipo “plug-in”, com autonomia de duzentos quilômetros, enquanto o modelo híbrido (que não requer recarga externa) pode contar com motor de até 430 cavalos de potência – entenda o que essa medida significa em outro artigo. A expectativa é começar as vendas do veículo já em 2022.

Conforme informou ao site Canaltech, a montadora pretende trazer veículos com sistema de direção semiautônoma de nível 2, que possui recursos de automação ao dirigir, como frenagem emergencial e auxiliar de permanência em faixa. Exploramos mais sobre os carros autônomos em um artigo especial. Os chineses estão em busca de possibilitar a criação de veículos sem motoristas, com um projeto em destaque sendo o Chery Tiggo Concept, veículo da Chery que permitiria jogar videogame enquanto o carro leva os passageiros até o destino.

Diversos sites e jornais apontaram que a montadora patenteou outros veículos no Inpi, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Dentre eles, destaque para o WEY Fuguchaojia, que ganhou fama após vários jornalistas apontarem o veículo como uma versão moderna do Fusca, clássico veículo da Volkswagen.

A origem do nome Great Wall

A Muralha da China, que deu origem ao nome da Great Wall Motors.
A Jinshanling, uma seção da Muralha localizada na província que se encontra a montadora. (Imagem: Commons)

O nome oficial da empresa em chinês é Changcheng Motors, operando fora da China sob o nome traduzido, Great Wall Motors. Isso é uma referência à Muralha da China, construção milenar feita para proteger o país de invasões de povos estrangeiros – nós falamos sobre as curiosidades dela em outro artigo. Além de permitir associar o nome ao local de origem, a fabricante está situada na província de Hebei, onde encontra-se em uma das principais seções da gigante proteção, chamada de Jinshanling.

Com grandes planos para o Brasil, a montadora Great Wall parece estar buscando trilhar os passos que várias montadoras chinesas fizeram no país. Aproveite e conheça a história de mais montadoras da China que tiveram passagens no Brasil, como a Lifan e a Hafei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ENVIO IMEDIATOENVIO
IMEDIATO

O maior estoque
do Brasil

AVALIAÇÕES EXCELENTESAVALIAÇÕES
EXCELENTES

Altíssimo índice de
avaliações positivas

PREÇO IMBATÍVELPREÇO
IMBATÍVEL

Desconto à vista ou
parcelado sem juros

COMPRA 100% SEGURACOMPRA
100% SEGURA

Credibilidade e
comprometimento



Plataforma

VTEX
WhatsApp chat